iOS ou Android, qual o mais seguro?

Conheça a resposta para uma das principais perguntas do mundo da tecnologia!
Os smartphones são dispositivos que já fazem parte da rotina do brasileiro. Diferente do que acontecia há alguns anos, em que havia um maior número de opções, em sua grande maioria, a escolha fica entre iOS e Android, mas qual será o sistema operacional mais seguro?
De acordo com a 30ª Pesquisa Anual de Administração e Uso da Tecnologia nas Empresas, divulgada pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, havia 230 milhões de celulares ativos no Brasil, ou seja, a questão é realmente importante.
Vamos comparar as principais características de cada um no que tange à segurança para, assim, poder definir aquele que se mostra como o melhor para quem deseja manter seu dispositivo e os dados nele contidos bem protegidos.

Qual é o sistema operacional mais seguro?

Se for preciso dar uma resposta direta, o iOS larga na frente neste quesito, embora haja algumas questões que precisem ser consideradas para entender porque isso acontece.
Dominic White, um especialista em tecnologia, elaborou dois gráficos que trouxeram informações interessantes das ditas CVEs (Common Vulnerabilities and Exposures, ou vulnerabilidades e exposições comuns) identificadas no iOS e no Android entre os anos de 2009 e 2018.
Como resultado, o Android teve 1.886 vulnerabilidades relatadas, enquanto o iOS teve 1.458, diferença de 428, ou seja, o sistema do robô teve 29,36% mais problemas de segurança relatados do que o da maçã.
No outro gráfico, foi verificada a severidade média das vulnerabilidades do iOS e do Android no mesmo período de tempo. Em uma escala de 0 a 10, o Android ficou com a nota 7,3, enquanto o iOS ficou em 6,3.
Portanto, pode-se dizer que o sistema operacional mais seguro seja o iOS, o que ficou claro em ambos gráficos criados pelo profissional. Agora, vamos entender quais motivos influenciaram neste resultado.
Quer saber como como usar o celular corporativo e aplicativos de gestão de contas? Baixe nosso e-book totalmente gratuito e saiba mais!

Como é a segurança do iOS e do Android?

É notório que existem riscos de cibersegurança que precisamos tomar cuidado, o que também se aplica aos smartphones, mas é importante saber como os sistemas operacionais lidam com o assunto para saber porque isso ocorre. Os principais pontos são os seguintes:
 

Variedade de dispositivos

A Apple é uma empresa que fabrica tanto o hardware quanto o software de seus dispositivos, como iPhone, iPad, iPod e afins, o que a coloca em uma posição privilegiada no que tange à segurança.
Isso significa que ela tem total controle sobre as atualizações e recursos de que os aparelhos usufruem, o que as permite saber exatamente quais são os pontos críticos e, assim, que a correção seja feita o quanto antes.
O Android já é diferente neste quesito, já que é um sistema utilizado por vários fabricantes, como Samsung, Motorola, Asus, Nokia, TCL, Multilaser, Xiaomi e outros, ou seja, não há uma otimização específica que o Google faz para cada marca.
Como os dispositivos mudam em relação à sua arquitetura, fabricação e componentes envolvidos, isso significa que existem grandes variações entre cada modelo, as quais fogem do controle do Google e passa a ser um detalhe direcionado à adaptação realizada pelos fabricantes.
Fabricantes como Nokia e Blackberry geralmente lançam atualizações de segurança com agilidade, o que não acontece com várias outras marcas. Logo, neste quesito, o ponto para o sistema operacional mais seguro vai para a Apple.

Restrições a dispositivos externos

Celular com sistema operacional Android
A forma de funcionamento dos dois sistemas varia além de sua usabilidade e design. Quem já teve a oportunidade de usar ambos por um período considerável de tempo sabe que o Android se mostra como uma plataforma mais aberta que o iOS.
Isso pode ser visto, por exemplo, através da resposta dos sistemas à conexão de dispositivos de entrada no celular, como pen drives, HDs externos e afins. O funcionamento é bem comum no Android, ao passo que o iOS nem sempre lida bem com o assunto.
Isso pode ser um ponto negativo em relação à praticidade e usabilidade do sistema, embora, por outro lado, seja positivo em relação à segurança, já que evita a conexão com dispositivos externos que podem estar com vírus e arquivos maliciosos.
Portanto, o fato de ser restrito pesa para que o iOS seja um sistema operacional mais seguro que o Android, embora isso possa significar uma perda em sua funcionalidade.
Otimize ainda mais seu controle de uso e gastos com smartphones na sua empresa! Experimente o Sumus Nuvem por 30 dias sem pagar nada!

Código aberto x código fechado

O Android é um sistema de código aberto, ou seja, os proprietários dos dispositivos possuem a liberdade de modificar o sistema usado nos celulares, tablets e afins, o que pode trazer novas funcionalidades mas, ao mesmo tempo, prejudicar a segurança.
O iOS, por sua vez, é um sistema fechado, cujo código-fonte não é compartilhado nem mesmo com os desenvolvedores de aplicativos. Assim, eles devem seguir às regras da Apple, o que a coloca no topo da cadeia de segurança e permite que potenciais problemas já sejam cortados pela raiz.

Como se proteger em relação ao uso dos sistemas operacionais?

O sistema operacional mais seguro é o da Apple, mas isso não quer dizer que seja impossível hackear um dispositivo com iOS ou que os que utilizam Android são totalmente vulneráveis.
Para ambos sistemas operacionais, é de suma importância que os proprietários tomem cuidados básicos em relação ao seu uso, já que até o melhor celular corporativo está sujeito a tais problemas. Boas dicas são as seguintes:

  • Sempre utilize algum tipo de bloqueio de tela, como senhas, desenhos ou leitura biométrica.
  • Apenas conecte-se a redes de Wi-Fi conhecidas e de preferência privadas.
  • Navegue com cuidado na internet e evite acessar sites suspeitos.
  • Cuidado com anexos de e-mail ou links estranhos enviados por qualquer um. Se não tiver certeza sobre a procedência do envio, contate a pessoa ou empresa que realizou o envio para saber se procede.

Outra medida que auxilia diretamente nesta questão, em especial nos celulares corporativos, é o uso de uma solução de MDM (Mobile Device Management, ou gerenciamento de dispositivos móveis).
Além de permitir que os gestores e diretores acompanhem o uso dos recursos de telecom, a solução bloqueia a instalação de aplicativos não autorizados, os quais poderiam colocar a segurança do dispositivo e a produtividade do colaborador em xeque.
O sistema operacional mais seguro é o iOS, mas para garantir que a proteção esteja em níveis máximos, aplique as dicas citadas em todos os celulares, do bloqueio de tela ao uso de uma boa solução de gestão de telecom. Com uma dose de cautela, essa tende a ser a melhor alternativa possível!

Autor:

O que procura?

NEWSLETTER