Chip Corporativo: Como Funciona? Vale Mesmo a Pena?

71% das empresas no Brasil já utilizam celulares corporativos, mas será que vale mesmo a pena?

Oferecer uma linha telefônica aos colaboradores é uma situação bastante recorrente, ainda mais quando a companhia conta com uma equipe de vendas ou outra que precise desse tipo de comunicação, e o chip corporativo é uma solução bem comum.
Isso é comprovado: de acordo com a pesquisa TIC Empresas 2015, que é a mais recente do setor, 71% das empresas brasileiras usam celulares corporativos, com indicativos que aumentam de acordo com o porte da empresa.
Por mais que ele seja muito utilizado, é grande o número de empresas e pessoas que não sabem muito bem como esse chip funciona, o que pode causar sérias dúvidas na hora de contratar um novo pacote de telefonia.
Além do funcionamento em si, uma dúvida bastante recorrente é se esse tipo de chip realmente vale a pena ou se converterá em algo que trará ainda mais custos para a empresa.
Entender esse assunto a fundo é essencial, tanto para esclarecer todas as dúvidas quanto para que as empresas saibam se os chips corporativos podem solucionar as suas necessidades ou não.

O Que é um Chip Corporativo?

Todo celular precisa de um chip para que possa se conectar à rede móvel, tanto para fazer ligações quanto para acessar a internet.
Os celulares convencionais contam com chips pessoais, em que seus proprietários escolhem a operadora que desejarem e adquirem uma linha, seja ela de um plano pré-pago, pós-pago ou controle.
Quando se trata de uma empresa, muitas delas precisam que seus colaboradores contenham com uma linha móvel, para que estejam à disposição no momento em que for necessário, além de facilitar o contato com fornecedores e clientes.
Então, tais empresas procuram por um chip corporativo, que é uma linha móvel de sua propriedade, mas que fica de posse dos colaboradores, seja no celular da empresa ou até mesmo em seus telefones pessoais.
Com essa linha, de acordo com o pacote escolhido, eles podem fazer e receber ligações, acessar a internet e mandar mensagens de texto, o que certamente torna o seu trabalho muito mais simples.
Tecnicamente, o funcionamento de um chip corporativo é o mesmo dos chips que nós utilizamos em nossos celulares pessoais. A única diferença fica por conta da titularidade das linhas.
Esses chips geralmente contam com um plano pós-pago, que dá ao colaborador uma quantidade determinada de minutos e também uma franquia de internet em grande parte dos casos.

É Importante Investir em Chips Corporativos?

Sim, sem sombra de dúvidas. Afinal de contas, a comunicação é algo extremamente importante, e a cada dia que passa ela precisa ser mais rápida, quase que instantânea.
As empresas não podem exigir que os colaboradores utilizem suas linhas telefônicas para o trabalho, já que elas são pessoais e esse uso resultaria em despesas consideráveis para o colaborador.
Por isso, para evitar esse problema, o chip corporativo se mostra como uma excelente opção, já que dá ao colaborador todas as condições de que ele precisa para trabalhar adequadamente e falar com quem precisar.
Porém, é claro que esse uso precisa ser combinado entre a empresa e o colaborador, situação que infelizmente pode ser um pouco complicada do que deveria.
Existem algumas regras para usar o telefone corporativo, que variam de acordo com a política da empresa. Via de regra, é necessário que o colaborador utilize essa linha única e exclusivamente para fins de trabalho.
Todas as informações precisam ser passadas com clareza para os funcionários, de preferência através de uma campanha de conscientização em toda a empresa, para reduzir ao máximo a chance de problemas quanto ao seu uso.
Saber como usar o celular corporativo de forma consciente é algo que as empresas esperam de todos os seus colaboradores, mas não é possível ter um controle muito preciso em relação a isso sozinho.
Para fazer com que a gestão de telefonia seja muito mais simples, prática e assertiva em uma empresa, é possível contar com uma solução perfeita em conjunto com o chip corporativo, que é o gerenciamento de dispositivos móveis.

Como Funciona o Gerenciamento de Dispositivos Móveis?

Esse gerenciamento, também conhecido como MDM (Mobile Device Management), é uma solução que permite às empresas economizar muito com as linhas telefônicas móveis.
Através de um aplicativo que é instalado nos celulares corporativos, é possível ter controle de todos os gastos com aquela linha, como a quantidade de ligações feitas e sua duração, em tempo real.
Os gestores podem contar com todas as informações sobre cada chip corporativo, que ficam reunidas em uma plataforma super prática. Assim, será possível saber exatamente quais são os gastos de cada linha.
Com isso, eles possuem informações suficientes para orientar os colaboradores e até mesmo questioná-los caso identifiquem algo de errado, como ligações para números que não sejam pertinentes ao trabalho.
Fazer bom uso do celular corporativo é algo que deveria acontecer em todas as empresas, e o MDM é a solução perfeita para que se possa alcançar esse estágio.

Vale a Pena Usar um Chip Corporativo?

Com certeza. Com isso, todos os colaboradores poderão se comunicar da forma que precisarem, mesmo aqueles que trabalham remotamente, o que garante uma produtividade muito mais alta.
Porém, ao mesmo tempo, é fundamental ter um controle bem específico, não apenas para saber se as linhas estão sendo utilizadas adequadamente, mas sim para monitorar o uso dos aparelhos e saber se os planos contratados são os ideais.
Caso se verifique que toda a equipe de vendas estoura os minutos dos planos de telefonia do chip corporativo, então o melhor a se fazer é estudar um plano que melhor se adeque às necessidades de cada empresa.
A comunicação simplesmente não pode ser deixada de lado hoje em dia, já que alguns minutos já podem fazer toda a diferença para fechar um grande negócio ou para passar informações para os gestores de uma empresa.
Logo, se você ainda tinha dúvidas quanto à implantação dessa solução para a sua empresa, tenha certeza de que os resultados serão excelentes e o custo-benefício será muito melhor do que você esperava.
Apenas não se esqueça de aliar a estratégia do chip corporativo com uma gestão de telecom bem planejada e controlada. Assim, a empresa economizará o máximo possível e dará ótimas condições de trabalho a todos os colaboradores.

Autor:

O que procura?

NEWSLETTER