Custos de TI: saiba como superar dificuldades seguindo essas dicas infalíveis

Diante da crise, os CEOs estão sendo forçados a buscar alternativas para sair da crise e continuar oferecendo serviços de qualidade, economizando mais.

No entanto, para reduzir custos é preciso avaliar quais são as áreas do negócio que precisam ser ajustadas para, só depois, evoluir para ações mais efetivas.

Essa avaliação é de extrema importância, tendo em vista que antes de cortar gastos, é necessário analisar quais serão os seus efeitos.

A partir de uma lista de prioridades, é possível elencar aquelas áreas que podem ter mais custos reduzidos, comparadas a outras, por exemplo.

Dessa forma, o gestor não corre o risco de reduzir as despesas de uma área que não deveria e acabar colhendo prejuízos por isso.

Além disso, o corte e congelamento de gastos é algo a ser elaborado a curto prazo.

E portanto, para elaborar planos estratégicos a fim de obter resultados melhores e mais duráveis, o gestor precisa pensar além.

O gerenciamento dos custos deve ser contínuo e abrangente, pensado a longo prazo, para que a empresa se fortaleça e obtenha mais êxito nas ações.

Ao final da leitura, você saberá quais são as maiores dificuldades na gestão de TI e quais são as dicas infalíveis mais recomendadas para iniciar o processo de redução dos custos na sua corporação.

 

LEIA TAMBÉM:

Guia completo para reduzir os custos de TI na sua empresa imediatamente

SaaS: conheça as vantagens de utilizar a tecnologia para fortalecer seu negócio

Por que usar a auditoria de contas pode transformar sua gestão para melhor?

 

Quais são as dificuldades para reduzir os custos de TI?

Se o controle dos custos de TI da sua empresa estão altos e isso já está atrapalhando no gerenciamento dos outros setores, alguns fatores podem influenciar para que isso aconteça. São eles:

 

  • Fragmentação da área de TI

É comum que o setor de TI seja fragmentado nas empresas e que os serviços e produtos permaneçam distribuídos, dificultando o controle do gestor.

Quando mais descentralizado o setor se encontra, mais difícil será o seu gerenciamento.

 

  • Setor com crescimento contínuo

Quanto mais a demanda de TI cresce, mais os gastos aumentam, consequentemente.

No entanto, entre os problemas mais comuns das corporações está a dificuldade de realizar o controle dos equipamentos e do volume de ativos.

 

  • TI sem gestão financeira 

Geralmente nas áreas de TI das empresas, os profissionais não estão familiarizados com métodos financeiros.

E no momento em que eles realizam a apresentação do seu setor, as métricas e valores podem estar com falhas.

Porém, todas essas dificuldades podem ser superadas, a partir de algumas dicas estratégicas. São elas:

 

  • Medir as consequências de cada iniciativa

Inicialmente, o gestor pode elaborar uma lista com todas as iniciativas possíveis para reduzir custos e, diante de cada uma delas, responder algumas questões:

  • Quanto a empresa vai economizar com a ação x?
  • A redução da despesa no setor y irá afetar o setor z?

Depois disso, a equipe pode dividir os cortes em ações maiores, médias e menores e assim, realizar o controle disso etapa por etapa.

 

  • Analisar o impacto causado para a equipe

Além de medir as consequências de cada iniciativa de corte de gastos, é necessário analisar quais serão os impactos na equipe de colaboradores.

É importante perceber se as iniciativas causam impacto negativo tanto na produtividade da equipe, quanto nas operações comerciais.

 

  • Mensurar o tempo 

Quanto tempo levará até que a empresa consiga atingir a economia esperada? 

Esse tempo deve ser mensurado em semanas, meses ou anos, para que o gestor possa organizar as despesas da empresa.

 

  • Direcionar a equipe

Ao colocar em prática as ações para reduzir os custos de TI, os gestores precisam direcionar a equipe, para que se adaptem às novas mudanças.

O empenho de todos é fundamental para alcançar os objetivos.

Todas essas etapas podem ser seguidas de forma mais inteligente e eficaz, se houver o auxílio poderoso de ferramentas.

Uma ferramenta que vem conquistando espaço nas empresas é o TEM+, da Sumus.

A partir dessa solução, é possível gerenciar todas as despesas de Telecom da organização.

Além disso, o TEM+ melhora os processos da área, identifica erros nas faturas e permite a redução de custos.

A Sumus é pioneira no segmento, e através do TEM+, realiza a gestão das despesas corporativas de TI e Telecom das empresas, auxilia na tomada de decisões e ainda garante mais controle para a gestão.

Se você quer saber um pouco mais sobre como essa tecnologia pode trazer mais lucros para seus negócios, não perca esta oportunidade!

Faça agora mesmo uma demonstração gratuita do nosso sistema e entenda na prática, como a Sumus pode te ajudar nessa jornada.

 

Autor:

O que procura?

NEWSLETTER