WhatsApp
Pesquisar
Close this search box.

Checklist das 7 tarefas do setor financeiro: garanta eficiência e controle de gastos na sua empresa

Profissional analisando gráficos para executar as 7 tarefas do setor financeiro.

As tarefas do setor financeiro garantem a saúde financeira da empresa, desde o planejamento orçamentário até a gestão de investimentos e o cumprimento das obrigações fiscais. Conheça as 7 tarefas do setor financeiro e entenda se sua empresa está realizando todas elas.

O setor financeiro é um dos principais em qualquer empresa. Não importa qual seja seu porte ou segmento, ter profissionais responsáveis por garantir a saúde financeira do negócio e processos bem definidos é um pilar para a sustentabilidade e o crescimento da companhia.

Assim como também acontece com as demais áreas de uma empresa, o início do setor financeiro começa menos maduro, resolvendo as questões que chegam até ele. Conforme a companhia se desenvolve, tal departamento também deve ser fortalecido, ganhando mais complexidade e novas atribuições.

Continue a leitura para entender melhor o que é o setor financeiro, o tamanho de sua importância, as áreas de um departamento financeiro bem estabelecido e as 7 tarefas do setor financeiro.

O que é o setor financeiro?

É o setor responsável por manter a saúde econômica da empresa, gerenciando recursos, otimizando investimentos e garantindo que cada movimentação financeira, ainda que pequena, seja contabilizada e usada da melhor maneira possível.

Não é à toa que este é considerado como um dos departamentos mais importantes. Afinal, acompanhar o caixa de perto, ter a provisão das despesas e receitas futuras e garantir a precisão dos dados passados é complexo e demanda um planejamento bem feito e uma execução minuciosa.

É difícil imaginar uma grande empresa, que almeja um futuro brilhante, com um departamento financeiro bagunçado e desorganizado. Porém, o contrário se aplica: mesmo um pequeno negócio, mas que tenha um financeiro controlado e com rastreabilidade, está pavimentando seu caminho rumo ao sucesso.

Leia também: Gestão de Despesas Corporativas: 11 Dicas para Não Errar 

Benefícios de manter um setor financeiro organizado

São muitos os benefícios a curto, médio e longo prazo que podem ser obtidos por empresas que possuem um financeiro bem estruturado. Confira:

Saúde financeira para manter a empresa rodando bem

Quando as finanças estão controladas e organizadas, a consequência natural é uma fluidez nos processos organizacionais, já que “dinheiro não deve ser um problema”. Isso não significa que os recursos são ilimitados, mas que há clareza de qual montante está disponível para cada necessidade e que as tomadas de decisão derivam disso.

Maior estabilidade

Independentemente de qual seja o orçamento disponível, quando as finanças estão controladas, evita-se “picos e vales” de receita que inviabilizam a construção de um planejamento financeiro estável.

Resguardo contra urgências e problemas inesperados

Por mais cauteloso que seja qualquer planejamento financeiro, eventos inesperados podem acontecer, e um bom departamento financeiro deixa no radar essa possibilidade, evitando rombos.

Boa percepção do mercado

O mercado também tem um olhar diferente para empresas cujas finanças são bem controladas. Elas podem ser reconhecidas como boas pagadoras, por exemplo, o que pode facilitar no fechamento de novos negócios.

Maiores chances de sucesso em possíveis fusões e aquisições 

Pensando mais alto, caso o negócio venha a ser objeto de fusões e aquisições no futuro, a companhia é auditada minuciosamente, em um processo chamado de due diligence. Quanto mais redondo estiver o departamento, melhor, pois problemas financeiros podem até inviabilizar a negociação.

Leia também: Planilha de controle de gastos: tenha a sua e economize na empresa

Áreas do departamento financeiro

Como citado anteriormente, é natural que o departamento ganhe robustez e cresça em termos estruturais, algo importante para que seja capaz de realizar as 7 tarefas do setor financeiro. Tais tarefas se dividem entre as diferentes áreas do setor financeiro.

As denominações e atribuições podem mudar de acordo com cada negócio, mas geralmente versam pelas seguintes:

Planejamento financeiro

Responsável por definir as metas financeiras e as estratégias para alcançá-las. Elabora orçamentos e projeções de longo prazo e auxilia a empresa a se preparar para futuros desafios e oportunidades.

Contabilidade

A área de contabilidade gerencia todos os registros financeiros e transações, garantindo que cada uma seja documentada. É fundamental para a integridade e transparência financeira.

Gestão fiscal

Cuida do cumprimento das obrigações tributárias da empresa. Cria estratégias para minimizar legalmente os encargos fiscais e mantém a empresa em conformidade com as leis e regulamentos fiscais.

Tesouraria

Controla o fluxo de caixa e a liquidez da empresa, gerenciando investimentos e financiamentos. Tem objetivo de garantir que haja recursos disponíveis quando necessário.

Demonstrações financeiras

Prepara relatórios de balanço patrimonial e demonstração de resultados, por exemplo. Traz uma visão clara da saúde financeira da empresa, tanto para stakeholders internos quanto externos.

Pode ser que, especialmente no início de uma empresa, não haja tanta granularidade na divisão dos departamentos. Porém, conforme a empresa ganha maturidade, ela caminha para que o financeiro passe por essas segmentações, permitindo um olhar ainda mais atento para cada necessidade do negócio.

Checklist das 7 tarefas do setor financeiro

Uma boa gestão financeira deve passar pela realização de todas as atividades essenciais da área. Entre as mais importantes, destacam-se essas 7 tarefas do setor financeiro:

  1. Controle diário de caixa: cada entrada e cada saída deve ser monitorada para manter a integridade do caixa.
  2. Controle bancário: as movimentações bancárias também devem ser analisadas constantemente, de modo a evitar surpresas que prejudiquem a operação.
  3. Controle diário de vendas: além disso ser importante pela rastreabilidade das transações, ainda ajuda a ter embasamento para fazer projeções de vendas futuras.
  4. Acompanhamento das contas a receber: gerenciar os recebíveis é essencial para que o fluxo de caixa fique saudável. Afinal, embora haja um planejamento de quando cada pagamento cairá na conta, nem sempre isso se reflete na realidade.
  5. Contas a pagar: da mesma forma, as contas a pagar devem ser efetuadas à risca para que se mantenha boas relações no mercado e, além disso, evita-se o pagamento de juros e multas.
  6. Controle mensal de despesas: como diz o ditado, despesa é que nem unha: só cresce. Buscar cortar essas despesas é importante para otimizar custos.
  7. Conciliação bancária: por último, mas não menos importante, os registros bancários devem ser analisados para que os registros contábeis da empresa estejam de acordo com isso.

Dicas para implementar as tarefas do checklist no seu dia a dia

Essas podem parecer tarefas simples, mas é preciso que cada uma delas seja feita com muita atenção e precisão para evitar problemas futuros.

Para colocá-las em prática, mesmo em empresas de diferentes tamanhos e níveis de maturidade, você pode fazer o seguinte:

  • Analise quais são as prioridades: pode não ser possível fazer todas essas tarefas com o tamanho da equipe atual. Se for o caso, analise quais pontos são prioritários e comece por eles. Depois, avance para os demais.
  • Tenha pessoas qualificadas na equipe: ter um bom time financeiro ajuda a ter todas essas tarefas rodando da melhor maneira possível e com o menor índice de erros.
  • Busque ajuda com colegas de trabalho sempre que necessário: há problemas e situações que podem estar além dos conhecimentos de quem está na empresa. Nesses casos, é sempre válido procurar ajuda de quem tenha mais experiência e já tenha passado por isso.

Conte com o sistema de gestão de empresas da Sumus!

Procura uma solução completa para otimizar os processos da sua empresa e impulsionar o crescimento? O sistema de gestão de empresas da Sumus é a resposta! 

Com mais de 35 anos de experiência, a Sumus oferece um software robusto e inovador, moldado para atender às necessidades de empresas de todos os portes e segmentos. Com o Sistema de Gestão de Empresas da Sumus, você terá a tranquilidade de saber que sua empresa está em boas mãos. 

Solicite um trial gratuito hoje mesmo e descubra como podemos te ajudar a alcançar o sucesso!

Autor:

NEWSLETTER

[contact-form-7 id=”5646″ title=”Form News Sidebar” html_name=”/news-blog-form/”]

Entenda como a Sumus pode gerir os custos e reduzir as despesas seu negócio: