6 problemas que você provavelmente enfrenta em sua gestão de custos em cloud

gestão de custos cloud computing

Apesar de o cloud computing ser uma tecnologia considerada econômica para as empresas, é importante que os gestores saibam fazer um bom uso desse recurso, caso contrário, gastarão mais do que deveria com esse serviço. Assim,  tem-se uma gestão de custos em cloud inefetiva. 

Portanto, explicaremos quais são os principais problemas que você provavelmente está enfrentando em sua organização e, por isso, pode estar gastando mais do que o necessário com a computação em nuvem.

Vamos lá?  

 

1- Falsa impressão sobre os custos de recursos

Um dos primeiros problemas que muitos gestores passam com esse serviço é justamente não entenderem exatamente os custos que o cloud computing oferece para a sua organização. O gestor e os colaboradores têm a impressão de que estão gastando menos do que o real.

Assim, o colaborador que está utilizando os serviços em cloud computing acha que está consumindo apenas centavos, mas quando faz uma análise mais aprofundada, se descobre que os gastos estão altos.

A melhor maneira de resolver esse problema é deixar de lado os achismos e investir na realização de relatórios e análises frequentes. Dessa forma, é possível ter uma visão mais realista do uso do cloud.  

 

Leia também:

 

2- Falta de planejamento

A falta de planejamento é outro problema que pode gerar altos gastos com a computação em nuvem. Afinal, sem uma boa organização, não é possível controlar e direcionar o uso de cloud no negócio.

Apenas implementar o cloud computing em sua organização não resultará, automaticamente, em economia. É importante que ela seja utilizada da maneira correta, considerando as necessidades e particularidades da sua organização.

O primeiro passo para se fazer um planejamento em cloud é entender quais são os objetivos da empresa com a utilização dessa tecnologia. Além disso, também vale a pena ter uma boa e bem estruturada equipe para lidar com a parte prática.  

 

3- Descentralização do consumo de recursos

Além do setor de TI, outras áreas da organização, como marketing ou financeiro, podem adquirir recursos para a tecnologia. Como consequência, o seu consumo aumenta, consequentemente elevando os seus gastos.

Outro problema gerado pela descentralização de consumo é justamente não conseguir analisar e controlar corretamente essa ferramenta, fazendo com que você tenha uma ideia irreal sobre o cloud computing, principalmente sobre os custos.

Não estamos querendo dizer que outras áreas do negócio não podem utilizar o cloud computing, porém é interessante que esse uso seja feito de maneira mais controlada e centralizada. Quer saber como aumentar a lucratividade investindo em tecnologia? Baixe gratuitamente nosso e-book e veja como o Sumus Concept consegue poupar até 20% do seu lucro!

 

 

4- Falta de organização no uso da nuvem na gestão de custos em cloud

Uma reclamação constante dos profissionais de TI é a falta de visibilidade de seus recursos na nuvem, e muito disso se dá pela falta de organização da tecnologia por parte do seu uso.

Sem essa organização no uso do cloud computing, ele será utilizado de maneira errada, muitas vezes para coisas supérfluas ou que não são tão importantes no momento. Como resultado, seu custo aumentará consideravelmente.

Assim, o ideal é que exista uma organização na utilização do cloud computing, fazendo com que seus recursos sejam divididos em grupos, estes que devem ser separados com tags, para facilitar a sua identificação.

 

5- Falta de governança em TI

A verdade é que não é possível ter uma gestão de custos em cloud sem existir uma gestão. Sem processos bem definidos, sem organização nem estratégia, bem como pessoas responsáveis por esses passos, o excedente em gastos é uma consequência bem possível.

Nessa situação, também pode acontecer da organização pagar por recursos subutilizados, causando prejuízo para a organização e até mesmo atrapalhando as atividades do setor que utiliza a tecnologia.

Por isso, é muito importante estabelecer uma governança para a área de TI, o que significa não apenas nomear um cargo, mas sim realizar planejamentos, relatórios e alocar os gastos com cloud de maneira inteligente.

 

6- Falta de monitoramento na gestão de custos em cloud

Algumas organizações até fazem o monitoramento de TI e cloud computing, porém de maneira esporádica, o que acaba não ajudando no longo prazo, pois os dados coletados ficam defasados.

Essa análise de como está a utilização da computação em nuvem ajudará a evitar desperdícios com essa tecnologia, pois é possível acompanhar o seu consumo real em uma linha do tempo.

Caso o gestor perceba que o cloud computing está sendo utilizado de maneira excessiva, sem necessidade, ele poderá programar um downscale ou desativá-lo nos momentos em que ninguém o usar.

 

Invista na gestão de custos em cloud  de maneira inteligente!

Dessa maneira, conhecendo os principais problemas que você está enfrentando com a sua gestão de custos em cloud, você conseguirá controlar melhor essa tecnologia e realmente trazer mais economia para a sua organização.

Aqui na Sumus, nós temos um o módulo específico para gestão de custos em cloud computing, chamado Cloud Cost. Ele faz parte da plataforma Sumus Concept e sua função é facilitar a análise e controle dos custos dos servidores em nuvem, criando diversas possibilidades de otimizações e reduções de custo.

Investir em um sistema de gestão de custos é uma solução inteligente para ter uma gestão eficiente dos gastos com cloud computing. Por isso, confira nosso infográfico em que levantamos 8 problemas que indicam a hora de trocar esse serviço.

 

Autor:

O que procura?

NEWSLETTER