Redução de custos nas empresas: 05 ideias para aplicar na sua empresa

Reduzir os custos fixos trará um impacto muito positivo no seu orçamento

Você sabe como reduzir as despesas da sua empresa em centenas, milhares ou até mesmo dezenas de milhares de reais, e o melhor, dos custos fixos? Acredite, isso é possível com a redução de custos nas empresas.
Saber como administrar o orçamento, ajustar alguns custos, cortar outros, remodelar os serviços contratados junto a outras empresas, conversar com os fornecedores e tomar outras decisões pode gerar esse impacto no seu orçamento.
Isso vai demandar atenção, paciência e persistência de sua parte e também dos outros gestores da empresa, mas os resultados farão todos os esforços terem valido a pena!

O que são gastos fixos?

A diferença entre despesas fixas e variáveis é que as fixas não aumentam ou diminuem de acordo com o volume de produção da sua empresa, enquanto as despesas variáveis dependem da produtividade da sua empresa e da sazonalidade do mercado.
Outra característica é que as despesas fixas costumam ter seus valores iguais (ou quase iguais) em todos os meses, ao passo que as despesas variáveis podem ter uma flutuação mais acentuada.
Esse é um termo muito usado no meio empresarial e que ajuda a ter uma gestão financeira melhor e mais equilibrada.
redução de gastos nas empresas

Como ter uma redução de custos nas empresas e revolucionar seu orçamento

Com todo o dinheiro economizado, será possível criar uma reserva de emergência, investir mais em marketing, adquirir novos equipamentos, contratar mais colaboradores ou destinar esses fundos para onde você preferir!

1 – Antecipe os recebimentos de seus clientes

Quando seus clientes pagam rápido pelos produtos adquiridos ou pelos serviços contratados, você tem a possibilidade de pagar as despesas da empresa antecipadamente, o que pode evitar uma série de juros e multas.
Este fato está diretamente relacionado com a redução de custos nas empresas, já que é muito comum ter que usar o cheque especial do banco ou pagar boletos atrasados porque o dinheiro dos clientes ainda não entrou.
A maioria dos boletos conta com 2% de multa, que deve ser paga em caso de qualquer atraso, mais os juros de mora, que costumam ser de 0,033% por cada dia de atraso.
Suponha que sua empresa tenha que pagar 10 boletos de R$ 2.000 por mês. Se houver 10 dias de atraso em cada um deles, ao invés de ter que pagar R$ 20.000, a despesa será de R$ 20.466. São R$ 466 a mais por mês e R$ 5.592 a mais por ano!
A outra alternativa é contar com o cheque especial do banco. Com juros que podem chegar a 300% ao ano, recomenda-se que ele seja utilizado apenas em casos emergenciais.
Por isso, entre em contato com os seus clientes e veja se existe a possibilidade de antecipar os pagamentos. Assim, você evita juros e multas dos boletos, não precisará do cheque especial do banco e poderá ter uma boa economia.

2 – Negocie valores e condições de pagamento com os fornecedores

Praticamente todas as empresas precisam de fornecedores para oferecer seus produtos ou serviços. Porém, algo que pode passar despercebido é que sempre existe a possibilidade de procurar por novos parceiros.
Muitos dos fornecedores podem ser conhecidos de longa data, o que garante um relacionamento mais aberto e saudável. Isso pode ser usado a seu favor para a redução de custos nas empresas.
Você pode tentar negociar o valor dos produtos adquiridos para gastar menos de seu orçamento. Essa tática funciona melhor quando eles são comprados em grande quantidade, mas pode ser tentada com todos os fornecedores.
Se não for possível reduzir os valores, então converse sobre mudanças nas formas de pagamento que sejam mais viáveis para a sua empresa e não acarretem em tantos juros, como mudar a data de vencimento para evitar juros, por exemplo.

3 – Contrate estagiários

Contratar estagiários é uma alternativa devidamente autorizada pela lei, que possibilita à sua empresa ter colaboradores mais jovens, bem preparados, com conhecimento técnico e que podem ajudar a enxugar os custos.
De acordo com uma pesquisa da Companhia de Estágios, os estagiários possuem uma percepção mais crítica sobre as necessidades do mercado de trabalho, o que os leva a uma preparação ainda melhor.
Se for necessário substituir um colaborador ou contratar mais pessoas para a equipe de trabalho, contratar estagiários pode ajudar muito na redução de custos nas empresas a curto e médio prazo.
Além disso, sua empresa também ajuda um jovem a entrar no mercado de trabalho, o que é muito importante para o seu desenvolvimento pessoal e profissional.

4 – Analise cautelosamente as contas de telefonia da empresa

A redução de custos em telefonia pode fazer toda a diferença para que os custos do final do mês sejam mais baixos do que aqueles que a empresa está acostumada.
Quanto à telefonia, pode ser que os pacotes contratados não sejam os mais adequados. Se eles tiverem mais minutos do que os usados, a empresa paga por algo que não usa, mas se os minutos não forem suficientes, é preciso pagar pelos adicionais.
Nesse caso, um sistema de tarifação telefônica pode ajudar a ter muito mais controle sobre as linhas de telefonia, analisar qual é a situação atual e o que pode ser melhorado. Seu funcionamento é bem prático e os resultados são tangíveis.
Essa alternativa de redução de custos nas empresas não terá nenhum impacto negativo, já que os serviços de telefonia não serão cortados, mas sim ajustados de acordo com a real necessidade do negócio.
redução de gastos nas empresas

5 – Faça do home office uma realidade para os colaboradores

O home office já faz parte da rotina dos colaboradores. De acordo com uma pesquisa do espaço de coworking Spaces, feita com 900 profissionais em junho de 2017, 55% deles trabalhavam de suas casas pelo menos uma vez por semana.
É claro que isso tem um impacto positivo na autoestima e na felicidade dos colaboradores, já que ficar em casa ajuda a quebrar o stress e a rotina do dia a dia, o que inclusive pode impactar positivamente em sua produtividade.
Porém, não são apenas eles que ganham com essa equação, já que a redução de custos nas empresas também será beneficiada. Um dia com o escritório fechado por semana acarreta em menos gastos com luz, água e telefone no final do mês.
Além disso, como os colaboradores estarão em suas casas, não será necessário pagar o vale-transporte referente a esse dia, já que não será preciso se locomover. Isso pode ajudar a economizar uma boa quantia.
Por exemplo, em uma empresa com 20 funcionários, em que a média do vale-transporte é de R$ 16, um dia de home office resulta em R$ 320 a menos. Nas quatro semanas do mês, o valor já sobe para R$ 1.280, ou R$ 15.360 por ano.
Para um melhor controle de gastos, permita que o home office esteja na rotina dos funcionários. Todos saem ganhando com essa opção.

Reduza custos fixos e economize em sua empresa

Cada uma dessas dicas pode ajudar a manter a saúde financeira da empresa em dia, o que é o objetivo de todas as companhias, tudo isso sem perder qualidade, produtividade e satisfação dos colaboradores.
Por isso, adote as medidas de redução de custos nas empresas e colha todos os bons frutos proporcionados por elas. Assim, na próxima auditoria de contas, os resultados serão muito mais positivos!

Autor:

O que procura?

NEWSLETTER