Investimentos Em Segurança IoT Pode Chegar A 1.5 Bilhões De Dólares

Ataques a serviços IoT já se transformaram em realidade e trazem prejuízos na casa dos trilhões de dólares

A internet das coisas (IoT) já é uma realidade, com cada vez mais itens como meios de transportes, eletrodomésticos e até maçanetas ligados à internet além de outros dispositivos móveis, como smartphones e computadores.
A noção de IoT seria o mundo digital e o mundo físico unidos, com todos os objetos conectados e se comunicando entre si e com o usuário, um dos conceitos principais da revolução tecnológica.
O principal impacto positivo da mudança para o IoT é a interconexão dos sistemas permitindo um mundo mais eficiente, responsivo e inteligente. Um mercado que irá gerar entre US$3,9 e 11,1 trilhões anuais.
Com toda essa evolução, vem os problemas, os ataques com base na internet das coisas já existem. A segurança IoT é fundamental pois se imaginarmos, por exemplo, um carro IoT sem segurança, um invasor poderia cortar os freios via internet ocasionando um grave acidente.
Segundo pesquisas da Gartner, foi descoberto que 20% das empresas observaram um ataque baseado em IoT nos últimos três anos.

Investimentos

Para se proteger contra ameaças, o setor que já investiu US$1,2 bilhão em 2017, pretende investir US$1,5 bilhão em 2018, um aumento de 28%. A estimativa é que em 2021 já sejam investidos mais de US$3,1 bilhões.
As principais despesas são testes de invasão, avaliação de segurança de sistemas e o uso de ferramentas e serviços para melhorar a gestão de ativos. 
internet-das-coisas-segurança

O Problema

A maior preocupação é em relação à segurança e privacidade dos dispositivos em IoT e dos dados que armazenam. O que acontece é que as organizações normalmente não têm controle sobre a origem do hardware e software utilizados pelos dispositivos.
Apesar do crescimento massivo de investimentos, a falta de priorização e a utilização das melhores ferramentas de segurança IoT dificultam o investimento potencial com a segurança. Segundo a F5 Networks Brasil, até 2019, as ações criminosas vão trazer o prejuízo de US$2,1 trilhões para o setor.
Como a boneca “My Friend Cayla” que em 2017 foi banida da Alemanha, porque foi considerada um dispositivo de espionagem que colocava em risco a segurança das crianças. A boneca recebia comandos de qualquer pessoa a pelo menos dez metros de distância e transmitia as informações que coletava.
Modelos de segurança básica foram implantados em vários projetos verticais, mas eles ainda não tiveram uma codificação que permita a reutilização. A falta de uma “segurança por projeto”, que seria essencial para uma boa defesa, acontece pela falta de regulamentação rigorosa do setor.
Se não houver um bom planejamento de segurança, será a morte da privacidade. As empresas sabem disso e estão investindo pesado em proteção. Aproveite para ver conferir cinco riscos para tomar cuidado com cibersegurança

A solução

As organizações estão buscando entender melhor as implicações da conectividade de rede de externalização. Setores como o automobilístico e saúde, altamente regulamentados, vão impulsionar as mudanças para que o IoT seja cada vez mais seguro.
Essa demanda por regulamentação irá se tornar a principal influenciadora para a melhor implementação de segurança IoT.
Um conceito também utilizado e bem eficiente é o “Security by Design” ou em português, design de segurança.  Que nada mais é do que modelar um dispositivo pensando em segurança.

Indústria 4.0

Nas grandes empresas, o interesse está crescendo em melhorar a automação nos processos operacionais por meio da implantação de dispositivos inteligentes conectados, como sensores, robôs e os famosos serviços de nuvem.
O conceito de indústria 4.0 está relacionado com a indústria antiga com o IoT, gerando uma nova revolução industrial.
O mundo inteiro está se automatizando e se adaptando para a internet das coisas, um grande conceito revolucionário que terá um grande impacto nas nossas vidas. Veja também qual a ligação da Internet das Coisas com o 5G.  
internet-das-coisas-seguranca

Evolução

Durante o último século vimos surgir um campo de dados, antes o que eram apenas milhões de dados agora são transformados em informação.
Essa nova tecnologia já está impactando diretamente na vida das pessoas e dos negócios, modificando hábitos de consumo e perfis de compra.
Com o investimento cada vez maior em segurança IoT mais protegidos ficarão os usuários e o mercado tende a crescer cada vez mais. 
E você, já conhecia a Internet das Coisas? Deixe nos comentários e aproveite para conhecer os serviços da Sumus!

Autor:

O que procura?

NEWSLETTER