07 dicas valiosas sobre como administrar uma pequena empresa

Com as dicas e recomendações certas, a administração da sua pequena empresa pode ser ainda melhor

O Brasil está com uma forte tendência no empreendedorismo. Muitos desejam ser os donos de seus próprios negócios, mas os conhecimentos sobre como administrar uma pequena empresa nem sempre se fazem presentes neste processo.
De acordo com a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2017, conduzida pelo IBPQ, em parceria com o Sebrae e a FGV, a taxa de empreendedorismo total (TTE) no Brasil foi de 36,4% (49,33 milhões de pessoas), enquanto a taxa de empreendedorismo inicial (TEA) foi de 20,3% (27,48 milhões de pessoas).
Ainda de acordo com o Sebrae, há aproximadamente 4,14 milhões de microempresas e 1,13 milhão de empresas de pequeno porte, que totalizam 5,27 milhões de negócios, responsáveis por 98,5% das pessoas jurídicas no Brasil e que respondem a 27% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional.
Logo, há muitos empreendimentos de pequeno porte, e saber a melhor maneira de administrar pode ajudá-los a crescer e representar uma importância ainda maior na economia, o que é tão saudável para o empreendedor quanto para o país.

Dicas práticas sobre como administrar uma pequena empresa

Quanto mais organizada e profissional for a administração de uma pequena empresa, melhores tendem a ser seus resultados. Por isso, tente colocá-las em prática o quanto antes!

1 – Formalize imediatamente o negócio

Mesmo que você trabalhe por conta própria, não tenha nenhum funcionário e receba investimentos do seu próprio bolso, para iniciar o processo de como administrar uma pequena empresa, é ideal que ela seja formalizada imediatamente.
Hoje em dia, existe a praticidade de poder ser um microempreendedor individual (MEI), que traz uma série de benefícios, como registro no CNPJ e contribuição em seu FGTS, além de contar como tempo de serviço para a previdência social.
O melhor disso tudo é que o valor pago é menor de R$ 55 por mês e o faturamento anual máximo é de R$ 81.000, o que equivale a R$ 6.750 mensais. Caso o faturamento supere esse valor, deve-se proceder com o desenquadramento para microempresa (ME).
como administrar uma pequena empresa

2 – Invista em educação

Um dos maiores erros em uma pequena empresa é deixar de procurar por capacitação para tocar o negócio da melhor maneira possível, e a falta de conhecimento pode ser bastante prejudicial.
Investir em cursos de capacitação pessoal é uma boa decisão, que te deixará preparado para encarar os desafios e dificuldades que podem aparecer na gestão da empresa.
Também há uma série de cursos gratuitos, tanto presenciais quanto feitos pela internet, que podem te ajudar a desenvolver suas habilidades de administrador e empreendedor e, assim, ter muito mais sucesso profissional.

3 – Ignore sua caixa de e-mails antes do almoço

As primeiras horas do seu trabalho são muito importantes, já que é ali que você definirá o que fará no restante do dia, quais decisões tomará e como procederá para tal. Conferir sua caixa de e-mails logo pela manhã pode prejudicar muito esse processo.
Saber como administrar uma pequena empresa passa diretamente pela gestão do tempo, já que é você o responsável por fazer tudo funcionar. Quando os e-mails são lidos pela manhã, a mente começa o dia ocupada com assuntos que não são prioritários.
Consequentemente, você pode tentar resolver o que tiver visto em sua caixa de entrada e, quando se der conta, já está quase na hora de ir embora, ou seja, boa parte da produtividade terá se perdido. Aproveite o raciocínio da manhã para os assuntos mais importantes do dia.

4 – Invista em marketing

Não é porque a empresa é de micro ou pequeno porte que você não deve investir em marketing. Na verdade, muito pelo contrário: ele é crucial para o estabelecimento de sua marca no mercado e para a captação de novos clientes.
O marketing digital pode ajudar sua pequena empresa a conquistar clientes importantes, o que faz o negócio girar e resulta em um melhor faturamento no final do mês.
Para maximizar o processo de como administrar uma pequena empresa, separe uma parte do orçamento todos os meses para o marketing, de preferência com uma agência especializada ou um profissional freelancer de experiência comprovada.
Com isso, além de construir autoridade para a sua marca, as chances de encontrar novos clientes aumenta consideravelmente, o que se transforma em um ciclo vicioso muito importante.

5 – Cuide da gestão de telecom

O setor de telecomunicações da sua empresa pode ser uma fonte considerável de gastos se não for bem administrado. Por se tratar de uma despesa que está presente todos os meses, nem sempre ela é analisada com cuidado, o que é bem perigoso.
É possível reduzir os custos com gestão de telecom ao passar a utilizar um tarifador telefônico, que é um sistema capaz de analisar minuciosamente o uso de telefones fixos e móveis e, assim, trazer um panorama importante sobre o serviço.
Outra alternativa que pode ajudar na caminhada para masterizar o processo de como administrar uma pequena empresa é utilizar aplicativos de comunicação gratuitos quando possível, o que já ajuda a cortar despesas com ligações.

6 – Separe um período da semana para o planejamento dos negócios

Entre todos os tipos de empreendedorismo, o de pequenas empresas pode ser considerado como um dos mais desafiadores, já que as decisões devem partir de você, principalmente quando não há outros colaboradores na equipe.
Por isso, é essencial cuidar do planejamento do negócio. Assim como ocorre em grandes empresas, as reuniões devem fazer parte de seu cotidiano, mesmo que você seja o único participante.
É praticamente impossível colocar em prática o processo de como administrar uma pequena empresa sem planejamento. Por isso, escolha parte de um dia – pode ser o final da sexta, o começo da terça ou quando preferir – e planeje as ações da sua empresa para manter tudo controlado.
como administrar uma pequena empresa

7 – Invista em contabilidade

Grandes empresas contam com uma série de setores e serviços, os quais são bastante reduzidos em uma pequena empresa, mas a contabilidade deve estar presente em ambas, já que é de suma importância para a saúde financeira do seu negócio.
A contabilidade para micro e pequenas empresas deve ser feita por um contador, profissional experiente no assunto e que conhece o modus operandi de empreendimentos de menor porte.
Seu auxílio com a parte financeira e patrimonial da empresa, bem como o pagamento dos tributos e impostos devidos, fará com que ela se mantenha economicamente saudável e, assim, possa lhe trazer os melhores resultados possíveis.

Administre sua pequena empresa com excelência!

As dificuldades em gerir uma empresa pela primeira vez fazem parte do processo. Inclusive, mesmo quem já atuou como gestor em outras companhias pode encontrar situações novas e desafiadoras, mas que também servem para seu crescimento.
Siga cada uma dessas dicas de como administrar uma pequena empresa, tenha uma boa gestão de telecom e lide adequadamente com a situação. Assim, você se tornará um melhor empreendedor a cada dia e testemunhará a evolução constante do negócio!

Autor:

O que procura?

NEWSLETTER