Pesquisar
Close this search box.

Alocação de Custos Indiretos: Um diferencial competitivo para o sucesso da indústria

alocação de custos

A alocação de custos, ou rateio de custos, é crucial para uma gestão financeira eficaz em uma empresa, em especial na indústria. Porém, o controle efetivo dos custos de produção, especialmente os indiretos, é um grande desafio para muitas.

A saber, a alocação de custos indiretos de produção é uma técnica que permite obter dados contábeis valiosos para a companhia, principalmente para a tomada de decisão. Trata-se de uma das técnicas mais empregadas pela contabilidade na gestão de custos.

No entanto, identificar custos aplicados diretamente aos produtos ou serviços é algo simples se comparado com as dificuldades de se ratear custos indiretos e muitas vezes não identificados.

Por isso, o primeiro passo para uma alocação de custos assertiva é conhecer o processo de produção e entender a relação que cada item tem nos custos, diretos ou indiretos. Somente dessa forma será possível aplicar ferramentas de rateio capazes de atender, verdadeiramente, as necessidades da empresa.

Neste contexto, iremos apresentar o módulo Cost Allocate da SUMUS, uma solução desenvolvida para facilitar a alocação de custos dentro da corporação. Mas antes, vamos identificar os tipos de custos em uma produção.

Alocação de Custos Indiretos: Um diferencial competitivo para o sucesso da indústria

Tipos de Custos na Produção

Os custos diretos e indiretos são dois tipos de custos comuns a toda empresa, independentemente de seu tamanho ou setor de atuação. Eles são diferenciados de acordo com a relação de cada um à produção ou à oferta de um produto ou serviço. Vejamos:

Custos Diretos

São aqueles que estão diretamente relacionados à produção ou à oferta de um produto ou serviço. Por exemplo, materiais e mão de obra utilizados na fabricação de um produto ou na prestação de um serviço específico são considerados custos diretos.

Esses custos podem variar dependendo do produto ou serviço ofertado.

A essa categoria estão incluídos custos como:

  • matérias-primas e insumos utilizados na produção de um produto;
  • salários e benefícios dos funcionários envolvidos diretamente na produção;
  • energia elétrica e água utilizados diretamente no processo produtivo;
  • embalagens e outros materiais de empacotamento associados ao produto final;
  • comissões de vendas associadas ao produto ou serviço;
  • custos de transporte da produção ou à entrega de um produto;
  • depreciação de equipamentos específicos utilizados na produção do produto, aluguel de uma instalação, etc.

Custos Indiretos

Os custos indiretos, como o nome já diz, não estão relacionados diretamente ao processo produtivo, mas sim às atividades administrativas ou de suporte, necessárias para a produção e a oferta de um produto final ou serviço.

Geralmente são considerados como custos fixos, ou seja, eles não variam com o volume de produção ou vendas.

A essa categoria estão incluídos custos como:

  • materiais não ligados à produção (materiais de escritório, para limpeza e higienização, entre outros);
  • mão-de-obra indireta (funcionários de limpeza ou segurança, por exemplo);
  • seguros contratados;
  • gastos com manutenção;
  • custos de depreciação ou amortização.

Em outras palavras, são custos “invisíveis”, porém, existentes para que uma empresa possa funcionar. Por isso, eles devem fazer parte do preço final do produto ou serviço oferecido pela mesma.

Portanto, a alocação correta dos custos indiretos é crucial para a precisão de informações contábeis e para a tomada de decisões gerenciais.

Como a alocação de custos indiretos pode contribuir para o setor industrial

A alocação de custos é uma prática contábil que pode trazer vários benefícios a indústria, independentemente do seu setor de atuação, tais como:

  • Identificação de áreas de ineficiência: Ao alocar custos, é possível identificar áreas da empresa onde os recursos podem não estar sendo usados de maneira eficiente.
  • Precificação mais precisa: Fornecer informações e entendimento para fazer uma precificação de produtos mais adequada e eficiente. Isso é crucial, pois, os custos de produzir um produto ou serviço determinam o quanto a empresa pode vendê-lo e quanto de lucro ela pode fazer.
  • Tomada de decisão assertiva:  A correta identificação e alocação dos custos indiretos permite à empresa ter uma visão clara de seus custos totais, possibilitando decisões mais acertadas em relação à formação de preços, investimentos em infraestrutura, entre outras áreas.
  • Melhoria do planejamento financeiro: Com uma compreensão mais clara dos custos, a companhia é capaz de fazer previsões financeiras mais precisas e se planejar melhor para o futuro.
  • Aumento da produtividade e lucro: A análise de custos é uma ferramenta estratégica no processo decisório, sendo indispensável na execução de diversas tarefas gerenciais, como a otimização da produção.
  • Maior competitividade: Em vista de todos esses benefícios, pode-se afirmar que a correta gestão de custos pode levar a uma maior competitividade no mercado.

Vale ressaltar que a alocação de custos é uma ferramenta poderosa e, por isso, deve ser usada corretamente. É importante também revisá-la regularmente para garantir que ela continue relevante à medida que a empresa cresce e evolui.

É a partir desse cenário que apresentamos o módulo Cost Allocate da SUMUS, um software projetado para realizar a alocação de custos diretos e indiretos de maneira automática, ágil e segura.

Cost Allocate: A solução para uma alocação de custos indiretos assertiva na indústria

Como vimos ao longo deste texto, a alocação de custos indiretos pode ser desafiadora, porém, que a realizar de maneira correta, pode usufruir de diversos benefícios como, por exemplo, aumento da produtividade e potencial competitivo da empresa.

O módulo Cost Allocate, associado a outros módulos do Sumus Concept, é capaz de simplificar todo o processo de alocação de custos, com base em algoritmos de inteligência artificial.

O software oferece ferramentas avançadas para rastrear, calcular e distribuir os custos diretos e indiretos de maneira precisa e eficiente.

Ou seja, ao calcular os custos administrativos para cada departamento, o software oferece insights detalhados sobre os gastos, permitindo uma alocação mais justa e precisa.

Por exemplo, em um cenário em que uma empresa tem custos indiretos de manutenção de equipamentos de produção, o Cost Allocate permite atribuir esses custos de manutenção a produtos ou serviços específicos, possibilitando uma visão mais precisa do verdadeiro custo de fabricação.

Além disso, a solução oferece relatórios detalhados e abrangentes, proporcionando insights valiosos sobre o impacto dos custos indiretos nas operações da empresa.

O Cost Allocate é um software que pode ser totalmente integrado a outras soluções já utilizadas pelas empresas, seja do setor industrial ou de serviços, proporcionando uma gestão mais eficiente e otimizada dos processos.

Conclusão

A alocação de custos indiretos desempenha um papel crucial na gestão financeira das empresas, em especial no setor industrial, influenciando diretamente a lucratividade e eficiência operacional.

O Cost Allocate da Sumus surge como uma ferramenta potente para otimizar essa prática, fornecendo maior precisão, automatização e insights preciosos para a tomada de decisões estratégicas. Potencialize processos e aumente a competitividade da sua empresa. Entre em contato e solicite uma demonstração do Cost Allocate da Sumus para o seu negócio.

Aproveite e nos acompanhe em nossas redes sociais.

Autor:

Sumus | Alocação de Custos Indiretos: Um diferencial competitivo para o sucesso da indústria

O que procura?

NEWSLETTER